Rua Acyr Guimarães, 436, Água Verde

      •      

Horário de Funcionamento: 

Segunda a Sexta, das 08h às 18h

      •      

Ligue agora: 41 3242 3040

Trocas na fala que estão persistindo?

Dislalia ou distúrbio articulatório

O desenvolvimento da fala precisa seguir em uma evolução constante, portanto é importante observar uma melhora contínua a cada mês do padrão de fala, considerando a forma de falar as palavras e vocabulários apresentados. No decorrer desse desenvolvimento trocas dos sons são comuns, mas ao completar quatro anos a criança deve estar apta a falar todos os fonemas (sons de fala) sem distorções na emissão, inclusive o som do fonema “R”, que é o último a ser adquirido (por volta de 3 anos e 11 meses). Caso a fala de seu filho(a) não esteja dentro desses padrões esperados, agende uma avaliação com uma Fonoaudióloga.

Trocas na fala atrapalham o aprendizado da escrita.

Na Detecta uma profissional vai esclarecer quais os fonemas que não estão adequados a idade, bem como avaliar se as trocas são sistemáticas (em todas as emissões) ou assistemáticas (nem sempre apresenta as mesmas trocas), se as distorções são repetitivas ou apenas na linguagem espontânea. Concluída toda a análise na avaliação o atendimento Fonoterápico pode ser iniciado e dependendo das alterações apresentadas, em poucos meses seu filho(a) estará com a fala íntegra e preparado para o desenvolvimento da escrita. Não deixe de procurar uma Fonoaudióloga, as trocas na fala quando persistem podem levar a dificuldades no aprendizado da escrita.

Voltar para a página anterior